A verdade dos Fatos – Por Solange Abadia Rodrigues Bertulino

Notícias

Segundo Bertold Brecht “O que não sabe é um ignorante, mas o que sabe e não diz nada é um criminoso”. O que diria ele se tivesse que conviver com esse tipo de atitude do atual Prefeito???
É fato que em nosso país, sempre que um novo mandatário assume o poder, como forma de atenuar o seu fracasso, ou até para justificar uma possível falha administrativa ou sua própria incompetência, costuma culpar o seu antecessor por todas as mazelas que encontra, mas o que não posso aceitar é que para encobrir sua incompetência e para justificar o não cumprimento de suas promessas de campanha, a pessoa seja capaz de tamanha covardia, fazer uma acusação criminosa e o que é pior, tendo pleno conhecimento da ‘inveracidade’ do que diz, porque se ele não tiver esse conhecimento, aí, realmente teremos grandes problemas nos próximos 04 (quatro) anos.
Sei que não fiz um governo PERFEITO, cometemos erros, mas, o que me deixa com a consciência tranquila é que erramos, mas, acertamos muito mais do que erramos. Durante o meu mandato, governei sempre com seriedade, ética e verdade. Tenho certeza de que entreguei o Município em muito melhores condições do que recebi em 2013, trabalhamos muito, muitos podem não querer enxergar o que foi feito, mas, o pior cego é o que não quer ver, todo aquele que afastar as paixões políticas ou pessoais e fizer uma avaliação honesta do nosso trabalho terá que reconhecer que: conseguimos grandes avanços na saúde, reformando, ampliando e equipando todos os postos de saúde, mantendo cada posto com suas equipes completas, médicos, enfermeiras e agentes de saúde, nunca faltou no CAIS médicos nem medicamentos, colocamos em dia todos os exames de médio e alto custo, acabamos com a lista de espera por cirurgia e procedimentos de alta complexidade, construímos e equipamos a UPA, que se encontra em pleno funcionamento; na educação, reformamos e ampliamos as creches, as escolas, construímos quadras cobertas e o mais importante conseguimos colocar as nossas escolas com muito melhores notas no IDEB, alcançando meta em 2014 que estavam previstas para serem alcançadas só em 2017, isto é o resultado de um bom e acertado trabalho; na área da habitação, concluímos o maior programa habitacional do norte de Goiás, entregando quase 500 unidades habitacionais; executamos todos os trabalhos de manutenção que o Município precisava durante todos os 04 (quatro) anos de mandato, tapa buracos, manutenção de estradas vicinais, construção e manutenção de pontes, mata-burros, construção de tanques para criação de peixes, aração de terras para plantio, além das mais diversas ações em benefício dos nossos munícipes; na área da cultura, atuamos de forma definitiva, colocando nosso Município no circuito nacional de cultura, criamos toda a estrutura, para que pudéssemos ter acesso aos projetos e recursos federais disponibilizados para a área cultural; no desenvolvimento social ou promoção social, também dedicamos atenção especial, atendendo nossos idosos, as nossas mulheres vítimas de violência e maus tratos, nossas crianças e adolescentes, nos mais diferentes projetos, destacamos aqui o ‘Projeto Conviver’ onde construímos sua sede própria, uma obra de qualidade, inclusive, com piscina para atendimento dos nossos idosos e a ‘Orquestra Jovem’, onde atendemos centenas de crianças e adolescentes, este projeto de repercussão e reconhecimento nacional; no Turismo, apesar de todas as dificuldades financeiras, conseguimos realizar todos os eventos mais importantes e tradicionais do Município, como o Réveillon, a temporada de férias no Lago de Serra da Mesa, o Carnaval de Rua, evento já conhecido nacionalmente e uma tradição já consolidada em nosso Município, além de apoiar tantos outros eventos de esporte e lazer, que são sempre aguardados com ansiedade pela nossa população; tivemos um cuidado especial com os nossos funcionários, pagando o piso salarial sempre atualizado dos nossos professores e pagando em dia os nossos funcionários e colaboradores e, criando um evento nunca antes realizado neste Município, que foi a ‘Semana do Funcionário Público Municipal’, onde foi oferecido, formação, interação social, palestras e cursos de aperfeiçoamento a todos os nossos colaboradores, aqui abro um parêntese para dizer que: todo mês, devido à falta de recursos sempre tivemos que decidir o que pagar primeiro, se os salários dos funcionários ou os encargos e, nós sempre assumimos, durante 03 (três) anos e 10 (dez) meses o ônus de pagar o salário dos funcionários e depois pagávamos os encargos, porque o dinheiro nunca deu para pagar tudo e nós não sabemos fazer milagres, no mês de novembro infelizmente, tive que pagar primeiro os encargos e ficamos devendo parte da folha, mesmo assim ainda pagamos muitos, ficando atrasado apenas parte da folha de novembro que era de um total de + ou – R$ 2.500.000,00 (dois milhões e quinhentos mil reais), ficamos devendo apenas + ou – R$ 600.000,00 (seiscentos mil reais), a folha de dezembro sempre é paga por volta do dia 10 e, portanto é natural que o prefeito tivesse que pagá-la. Quando ele diz que emitimos cheques “no apagar das luzes”, também ele sabe que pagamos fornecedores e prestadores de serviços, todos pagamentos legítimos de serviços prestados, NÃO A MIM, mas ao Município de Uruaçu e pagamos no dia 30 porque antes não havia recursos e só não deixamos a folha de novembro paga porque tivemos as nossas senhas bloqueadas às 10:00 horas do dia 30, outro caso que merece uma investigação, pois, de todos os Municípios da região, apenas Uruaçu teve suas senhas bloqueadas no Banco do Brasil, onde foi depositado parte do dinheiro do FPM, no dia 30, quando ainda éramos prefeita e assim não tivemos como transferir o dinheiro para a conta da folha de pagamento que é na Caixa Econômica Federal. Importante dizer que o montante relativo à folha de pagamento de novembro (com os encargos como consignado e previdência) ficou reservado na conta. Outra informação que ele também tinha, tudo o que estou dizendo aqui foi dito a ele quando da entrega das chaves, que fiz questão de pessoalmente prestigiá-lo, coisa que não fizeram comigo.
Então, diante disso, é que eu digo, ele sabe sim onde foi gasto os repasses de dezembro, e é lamentável a sua atitude, indigna de um chefe de governo, formular acusações tão levianas e criminosas, sem a menor condições de provar o que diz, diante desse fato, me vi na obrigação de requerer meu direito de resposta neste mesmo espaço (em um jornal periódico de Uruaçu – Diário Popular – e também a publicação neste periódico {jornal Folha Popular}), independente das providências jurídicas, cíveis e criminais que vamos tomar em relação a este caso. É inconcebível que atentem dessa forma contra a nossa honra, a nossa moral e à nossa forma de conduzir a nossa vida, vivo neste Município desde que nasci, aqui desenvolvo meu trabalho como empresária e militante política, aqui eduquei meus filhos e a este Município tenho dedicado parte da minha força de trabalho, fui prefeita por estes últimos 04 (quatro) anos, e durante o meu mandato dediquei o melhor de mim para fazer daqui um lugar melhor para se viver, sei que precisamos de muito, mas avançamos muito e não posso admitir, depois de lutar tanto por uma vida digna e honrada, que me venha um cidadão que por uma concessão do povo se torna prefeito e daí, se acha no direito de dizer o que quer, quando quer e da forma quiser, é preciso que saiba que existem limites e respeito em tudo nessa vida, ATÉ NA GUERRA.

– Solange Abadia Rodrigues Bertulino (Ex-prefeita de Uruaçu – Período 2013/2016).

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.