Santa Terezinha de Goiás – Agência do Banco do Brasil é explodida

Notícias

Segundo a Polícia Militar (PM) 20 criminosos fortemente armados tocaram terror e fizeram três pessoas como reféns

O denominado ‘novo cangaço’ tocou terror mais uma vez em Santa Terezinha de Goiás. Segundo a Polícia Militar cerca de 20 criminosos fortemente armados promoveram um ataque a uma agência do Banco do Brasil, no centro da cidade, na noite de 26 de outubro. De acordo com a PM e colaboradores deste veículo de comunicação, três caixas eletrônicos foram explodidos. Informações dão conta de que a ação destruiu parte dos equipamentos e afetou outras áreas do prédio, além de uma parede de uma loja de perfumes, que fica ao lado da agência. O Sargento da PM, Nunes, informou que no momento do crime, parte do grupo ficou  dentro da agência para detonar os explosivos e a outra parte ficou na frente da sede do Batalhão da PM e efetuaram vários disparos para coibir a saída dos policiais. Agentes do Comando de Operações de Divisas da PM de Crixás, que fica próxima à cidade, foram acionados para ajudar no combate da ação. Após as explosões, o grupo em fuga pegou três pessoas que estavam em uma caminhonete e as mantiveram reféns. Elas foram usadas como escudo humano e só foram liberadas quando os bandidos chegaram à saída para Campos Verdes. Menos mal que ninguém se feriu nesta ação dos bandidos. Os criminosos seguiram, divididos em três carros, pela GO-154 e seguem foragidos. A polícia não informou se eles conseguiram levar algum dinheiro do banco. Até o fechamento desta reportagem, nenhum bandido havia sido preso.

A destruição parcial do prédio ficou bastante evidente, de acordo com a imagem

Relatos de moradores
De acordo com moradores da cidade, a ação dos criminosos começou por volta das 20 horas e durou por quase uma hora. Eles disseram que a quadrilha se dividiu em três grupos. O primeiro grupo ficou responsável por manter os policiais presos no quartel da cidade. O segundo estava dentro da agência promovendo as explosões e o terceiro andava pela região intimidando moradores com vários disparos. “Eles estão atirando pra todo lado… Estão na minha calçada… Estou morrendo de medo…” dizia uma mulher através de um áudio que chegou à nossa redação. Através de nota, o Banco do Brasil informou que “não divulga informações para não prejudicar o andamento das investigações”. No texto, a instituição financeira explica que “o caso está sendo apurado pelas autoridades competentes e qualquer informação será fornecida pelo órgão e/ou delegacia responsável”.

Várias imagens foram feitas por moradores, dão conta do estrago que os bandidos promoveram no prédio da agência

– Da Redação, com informações da Polícia Militar.
– Colaborou: Sargento Nunes.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.