Papa Francisco canoniza Madre Teresa de Calcutá no Vaticano

Notícias

Cerimônia aconteceu na manhã do dia 4 de setenbro, e contou com mais de 100 mil fiéis

Na manhã do dia 4 de setembro (domingo), o Papa Francisco canonizou Madre Teresa de Calcutá durante uma missa realizada na praça de São Pedro, na Cidade do Vaticano. A cerimônia contou com a presença de mais de 100 mil fiéis. “Nós declaramos a beata Teresa de Calcutá santa, decretando que deve ser venerada como tal por toda a igreja”, disse o Papa, em uma cerimônia, provocando o aplauso de toda a congregação.
Provinda de uma família albanesa, que hoje é a Macedônia, Madre Teresa é responsável pela fundação das Missionárias da Caridade em 1950, com 12 seguidores em Calcutá, na Índia. Atualmente, a ordem percorre hospitais, asilos, abrigos e outros serviços sociais em quase 140 países.
A canonização de Madre Teresa aconteceu um dia antes do 19º aniversário de sua morte, em 5 de setembro, e entrará no calendário da Igreja Católica.
A cerimônia, celebrada em Roma, foi uma das comemorações mais importantes do Jubileu Extraordinário da Misericórdia, que começou em 8 de dezembro de 2015 e se encerra em 20 de novembro.
Para o pontífice, a escolha da data para canonização é uma homenagem à Madre Teresa que foi um exemplo da misericórdia de Deus para com os pobres, aos quais dedicou sua vida. A nova santa nasceu em 1910 e morreu 1997. Ela foi beatificada em 2003.
Madre Teresa foi canonizada 19 anos após sua morte, um tempo muito curto em comparação com outros candidatos ao altar nos processos da Congregação para as Causas dos Santos.

– Da Redação: Motta Filho, com Agências Internacionais.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.