Governo libera saque do PIS/Pasep para idosos
O governo anunciou no último dia 23, a liberação de R$ 15,9 bilhões em recursos do PIS/Pasep para homens com mais de 65 anos e mulheres com mais de 62. Os recursos são fruto de depósitos em nome dessas pessoas realizados pelos seus empregadores, num programa que durou até 1998. Antes, os recursos só eram liberados quando o cotista completava 70 anos. Segundo o governo federal, as novas faixas etárias estão de acordo com as idades mínimas de aposentadoria propostas pela reforma da Previdência. O presidente Michel Temer informou que a partir de outubro, os idosos com as idades estabelecidas poderão ir às agências bancárias e sacar seus valores. Durante a assinatura da medida provisória (MP) que regula a liberação do benefício, Temer afirmou que mesmo que pareça pouco, a média do valor dos saques é de R$ 1,2 mil por pessoa, o que para ele, a ação cumpre mais uma “missão social”. Segundo publicado na Agência Estado, a estimativa é de que 8 milhões de pessoas sejam beneficiadas com a medida. Os menores valores a serem liberados são de R$ 750. O presidente disse que a decisão foi espelhada na liberação de recursos das contas inativas do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS), que teve saques de R$ 44 bilhões. Segundo o ministro do Planejamento, Dyogo Oliveira, a MP “ajudará na retomada da economia”. No mesmo dia do anúncio da liberação, foi anunciada uma linha de financiamento para micro e pequenas empresas, além de uma nova lista de concessões e privatizações. Todas as medidas são voltadas para a geração de empregos. De acordo com o governo, os recursos provenientes do PIS/Pasep poderão ser colocados à disposição aos idosos em folha de pagamento das empresas ou de forma automática em contas de depósito, poupança ou em forma de pagamento de titularidade para os cotistas enquadrados nas hipóteses de saque. Atualmente, estão depositados aproximadamente R$ 37 bilhões em nome de cotistas do PIS/Pasep e há em torno de 4 milhões de pessoas que poderiam ter sacado os recursos, mas não o fizeram, segundo o Ministério do Planejamento. O calendário de saques será divulgado ainda esta semana pela Caixa Econômica Federal e o Banco do Brasil. (Da Redação).
Data: 28-08-2017 - 21h:27
 
Relatório do Corpo de Bombeiros sobre a Ponte do Lago Serra da Mesa
"Na tarde desta quarta-feira (09/08) a CIBM de Uruaçu acompanhou uma inspeção realizada por Engenheiros do CREA na Ponte sobre o Lago Serra da Mesa/ Rio Maranhão localizada na Rodovia GO 237. A inspeção foi realizada após contato da CIBM de Uruaçu - que também é uma Regional Estadual de Proteção e Defesa Civil - junto à inspetoria local do CREA e teve como objetivo avaliar as condições da estrutura da ponte em relação à sua segurança. Vários moradores de Uruaçu e usuários da rodovia manifestaram preocupação com o estado da ponte inclusive com uma possível "ruptura" gerando grande repercussão em Uruaçu e região. Em função disto a CIBM de Uruaçu/ Regional Estadual de Proteção e Defesa Civil em conjunto com o Conselho Regional de Engenharia e Agronomia de Goiás realizou a inspeção que constatou que a estrutura da ponte está segura, que a suposta "fissura" visualizada se trata na verdade de retração em função da variação térmica e que é necessária a restauração de junta de dilatação danificada. O relatório da inspeção será encaminhado ao Comando de Operações de Defesa Civil do Corpo de Bombeiros Militar do Estado de Goiás e em seguida à AGETOP para providências. Participaram da inspeção o Cap Dutra, Cmt da CIBM de Uruaçu, acompanhado da Ten Mírian, do Inspetor Titular do CREA em Uruaçu, Eng Acácio e da equipe do CREA de Goiânia composta inclusive por engenheiros especialistas em Estruturas e Construção Civil".(Ten. Mirian - Corpo de Bombeiros de Uruaçu).
Data: 11-08-2017 - 17h:40
 
Dono de posto é preso por vender combustíveis roubados em Goiânia
Foi preso na tarde de quinta-feira, 3, o empresário Márcio Adriano Espíndola, proprietário do Auto Posto Cantoni, localizado próximo à Praça do Avião, no Setor Aeroporto, em Goiânia. Segundo a Polícia Civil, ele é suspeito de comercializar combustíveis roubados, avaliados em R$ 120 mil. A Delegacia Estadual de Repressão a Furtos e Roubos de Cargas (Decar) informou que as investigações começaram após o registro de um roubo de carga praticado no Jardim Novo Mundo. Na ocasião, criminosos mantiveram o motorista do caminhão carregado de gasolina, etanol e diesel, refém por algumas horas e depois o liberaram. Foi quando a vítima comunicou o assalto à polícia. A partir de então, os investigadores trabalharam para estabelecer possíveis compradores da carga roubada e através de filmagens do circuito interno de comércios da região, conseguiram chegar até o posto. No local, o carregamento foi recuperado e devolvido ao proprietário. O estabelecimento foi interditado pela Secretaria da Fazenda (Sefaz) por tempo indeterminado e o dono foi encaminhado à Central de Flagrantes, onde foi autuado por receptação qualificada. (Da Redação em conexão com DM Digital).
Data: 04-08-2017 - 19h:24
 
JUSTIÇA CASSA MANDATO DO PREFEITO E VICE DE ACREÚNA
Juiz acolheu pedido do MP e decretou perda do mandato por fraude eleitoral - O juiz Reinaldo de Oliveira Dutra acolheu pedido do promotor de Justiça Sandro Henrique Halfeld Barros, que sustentou a ocorrência de fraude eleitoral, e decretou a perda do mandato do prefeito de Acreúna, Edmar Oliveira Alves Neto, e seu vice, Claudiomar Contin Portugal. Proposta em 2016, a ação constatou que o material de divulgação dos candidatos, os “santinhos”, era muito superior ao especificado na respectiva tiragem. A fraude foi comprovada após cumprimento de mandado de busca e apreensão no escritório da Coligação Unidos Por Uma Acreúna Melhor II, que culminou com a apreensão de mais de 500 mil santinhos e bótons irregulares. Durante o cumprimento do mandado, verificou-se que os materiais de campanha haviam sido fabricados e doados pelo Partido Republicano da Ordem Social (PROS) ao candidato Edmar Neto. Além disso, os materiais não apresentavam CNPJ/ CPF e tiragem legíveis. “Em face da enorme quantidade de santinhos apreendidos, sem contar os que já haviam sido distribuídos, verifica-se que as condutas dos demandados visando captar votos teve grande poder de atingir e alterar a vontade do eleitor de modo fraudulento”, afirmou o juiz, acrescentando que as condutas dos réus seriam perfeitamente válidas, caso tivessem realizado a impressão e distribuição de santinhos em valor correspondente ao declarado. Por fim, foi observado que “a omissão quanto à real quantidade de santinhos impressos coloca em dúvida, inclusive, a prestação de contas dos demandados, configurando omissão nos gastos de campanha”. Em depoimento à Justiça, o encarregado da campanha de Edmar Neto informou de forma categórica que entrou em contato com a gráfica do partido para conseguir a doação de santinhos. Para o juiz, o recebimento pelos réus de material de propaganda em quantidade superior ao constante da tiragem evidencia fraude à legislação. Edmar Neto vai recorrer da decisão no cargo uma vez que a sentença é de primeira instância, mas, caso ocorra o trânsito em julgado da condenação, novas eleições deverão ser realizadas na cidade. (Com MP-GO)
Data: 26-07-2017 - 15h:58
 
ATUALIZAÇÕES
EM BREVE ESTAREMOS ATUALIZANDO O NOSSO SITE. OBRIGADO PELA COMPREENSÃO!
Data: 21-07-2017 - 19h:22
 
   
Inserir Notícias
Ler Notícias