MENU
PERFIL
FOTOS E FATOS
BREVES E QUENTES
FORA DA ÁREA
OPINIÃO TOTAL
BEM NA FOTO
BOLA CHEIA
BOLA MURCHA
EVENTOS
GIRO GERAL
NEGÓCIO DA HORA
OCORRÊNCIAS
INTERNACIONAIS
ESPORTE
DIVULGAÇÕES
EXPEDIENTE
CLASSIFICADOS
JORNAL FOLHA POPULAR
EDITORIAL
 
COLUNAS
ESPAÇO ESPÍRITA
ESPAÇO EVANGÉLICO
PAI DA MATÉRIA
POR DENTRO DA MODA
SORRISO EM PAUTA
DIREITO & CIDADANIA
ESPAÇO CATÓLICO
ESPAÇO RURAL
 
Enquete
Enquete

Em relação às Eleições de 2018, Uruaçu deverá apoiar apenas candidatos a DEPUTADO ESTADUAL local?

SIM
NÃO
TAMBÉM OS DE FORA
TANTO FAZ

    Votar

    Parcial

Resultado das Enquetes


 

Untitled Document

 
 FORA DA ÁREA
23-06-2016 22:06
TSE multa governador de Goiás, Marconi Perillo, em R$ 1 milhão

Tucano não identificou a origem dos recursos em prestação de contas de campanha

BRASÍLIA – O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) condenou na terça-feira (21/06), o governador de Goiás, Marconi Perillo (PSDB), ao pagamento de multa no valor de R$ 1 milhão aos cofres públicos. O dinheiro foi gasto na campanha de 2014 mas, segundo o tribunal, o candidato não identificou a origem dos recursos na prestação de contas apresentada à Justiça Eleitoral.
Depois das eleições, o Tribunal Regional Eleitoral (TRE) de Goiás aprovou com ressalvas a prestação de contas do tucano. As doações não contabilizadas pelo candidato correspondem a 3,95% do total arrecadado. O TRE considerou que o valor era “pouco representativo no contexto da prestação de contas”.
O Ministério Público recorreu ao TSE. No ano passado, o ministro Herman Benjamin determinou o recolhimento da multa. O procedimento é determinado por resolução do tribunal toda vez que um candidato não identifica a origem dos recursos obtidos em campanha. Desta vez, o plenário do tribunal manteve a decisão.
Em nota, Perillo informou que vai recorrer da decisão:
"Os advogados do PSDB vão recorrer da decisão do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) relativa à multa sobre a prestação de contas da campanha estadual de 2014 junto ao Tribunal Regional Eleitoral de Goias (TRE-GO), para onde os autos foram remetidos. Portanto, a decisão ainda não tem caráter definitivo e ainda pode ser revisada", diz o texto.

- Leia mais sobre esse assunto em http://oglobo.globo.com/brasil/tse-multa-governador-de-goias-marconi-perillo-em-1-milhao-19555732#ixzz4CQWAyNXi

- Da Redação: Motta Filho (DRT-GO: 3001).

Histórico
  » 03-08-2017 10:08 - Ato solidário do GENARC em Niquelândia
  » 18-06-2017 18:06 - Região sul do Tocantins concentra piores trechos da BR-153
  » 13-06-2017 08:06 - Goiás tem mais de um carro para cada duas pessoas
  » 29-05-2017 08:05 - Goianésia - Proibida entrada em assentamento instalado em reserva ambiental
  » 17-04-2017 11:04 - Alto Horizonte – Força-tarefa em busca de apoio junto ao Estado
  » 16-02-2017 14:02 - Agehab fecha ciclo de reuniões com prefeitos para combate ao déficit habitacional
  » 26-01-2017 09:01 - Boletos vencidos poderão ser pagos em qualquer banco a partir de março
  » 25-10-2016 14:10 - Fatalidade – Criança morre em Niquelândia atropelada pelo carro do pai
  » 26-07-2016 11:07 - Vacina contra dengue custará R$ 138 por dose
  » 21-07-2016 15:07 - TCM divulga os prefeitos e vereadores com maiores salários
veja o histórico completo
  Untitled Document
 Publicidade
 
Google




Untitled Document

© mottafilho.com.br - todos os direitos resevados
Contatos: mottafilho.103@uol.com.br e contato@mottafilho.com.br
(62) 8539-4249 / 8145-2937